Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Challenge International du Vin: Excelentes resultados das adegas do concelho e da região saudados pelo Município

Vinho 1 1024 2500
19 Maio 2017

O Município de Palmela aprovou, por unanimidade, na reunião pública de 17 de maio, uma saudação às adegas da região e, em particular, as empresas produtoras do concelho de Palmela que conquistaram excelentes resultados no Challenge International du Vin 2017, um dos mais prestigiados concursos de vinhos do mundo. O Moscatel Roxo Venâncio da Costa Lima 2013 foi o único vinho português a ser agraciado com o prémio mais alto do certame – o Prix Spécial – atribuído na categoria de vinhos fortificados. Esta adega centenária de Quinta do Anjo, recebeu, também, uma medalha de prata.

São de sublinhar, também, as quatro medalhas de ouro e duas de prata recebidas pela Casa Ermelinda Freitas, a medalha de ouro e outra de prata entregues à Adega de Palmela e a medalha de prata atribuída à SIVIPA.

Transcreve-se, abaixo, o texto da saudação:

«A participação dos vinhos da Península de Setúbal e, em particular, do concelho de Palmela, no Challenge International du Vin 2017 resultou num grande sucesso, que colocou em relevo, uma vez mais, a grande qualidade da produção regional e a sua crescente afirmação no panorama internacional do setor.
O grande destaque vai para o Prix Spécial atribuído ao Moscatel Roxo Venâncio da Costa Lima 2013, para premiar «o melhor entre os melhores» na categoria de vinhos fortificados. Trata-se do único Prix Spécial atribuído a um vinho português nesta edição daquele que é o principal certame internacional de vinhos realizado em França, sendo, também, o mais antigo e um dos mais prestigiados do mundo. Além deste prémio especial, a Venâncio da Costa Lima trouxe uma medalha de prata com o seu Moscatel DO Setúbal 2008.
A Casa Ermelinda Freitas também teve uma participação muito feliz, com quatro medalhas de ouro, atribuídas ao Trincadeira Reserva 2014, ao Sauvignon Blanc 2015, ao Cabernet Sauvignon Reserva 2013 e ao Valoroso Reserva 2014, e duas de prata, para o Dona Ermelinda Reserva 2014 e para o Vinha do Rosário Reserva 2014.
São de sublinhar, ainda, as prestações da Adega de Palmela - que viu o seu Reserva 2015 premiado com ouro e recebeu prata com o Adega de Palmela Branco 2016 e com o Vale dos Barris Castelão 2015 - e da SIVIPA, premiada com medalha de prata pelo seu Terras do Sado 2016.
No total, as adegas da Rota de Vinhos da Península de Setúbal receberam 14 medalhas de ouro e 9 de prata.
A Câmara Municipal de Palmela, reunida na Biblioteca Municipal de Palmela a 17 de maio, saúda as produtoras e os produtores de vinhos do concelho de Palmela e da região - em particular, a Venâncio da Costa Lima, a Casa Ermelinda Freitas, a Adega de Palmela e a SIVIPA - pelos excelentes resultados obtidos no Challenge International du Vin 2017, que contribuem para valorizar e dar notoriedade aos seus produtos e à região e muito honram o concelho de Palmela.»

Município de Palmela © 2015 | Todos os direitos reservados