Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Arquivo de Fontes Orais

Sempre estivemos conscientes sobre a importância do testemunho, na primeira pessoa, num processo de investigação. Não apenas pelo acesso a níveis de conhecimento que de outra forma não se constituíam como recursos, mas também pela expressão do falar, do olhar, do sentir, traduzida, muitas vezes, em silêncios profundos, outras, por gestos tímidos ou exuberantes.

É nossa convicção que a história se constrói, também, com base nas estórias e memórias de cada pessoa e que o conhecimento que daí provém contribui para o maior reforço das identidades locais.

O Museu Municipal de Palmela através do Arquivo de Fontes Orais (AFO), assegura assim a constituição de um importante acervo documental que contribuirá para o aprofundamento de pesquisas no âmbito da História Local, de grande importância para o futuro cultural do concelho.

Centro Histórico da Vila de Palmela | Anos 50 do Século XX
Coleção Particular de Idalécio Costa

 

A entrevista é o cerne das Fontes Orais. Com ela pretendemos reconstruir não apenas episódios, mas também informações, sentimentos e vivências que possam servir de caminho ou pista à recuperação histórica, sociológica, antropológica, e mesmo psicológica do universo dos atores envolvidos em determinada sucessão de acontecimentos. A recolha de fontes orais é feita por meio de entrevistas semiestruturadas, com recurso a um guião. As entrevistas são gravadas para suportes áudio e audiovisuais sendo depois transcritas. Encontram-se arquivadas no espaço de Reservas Museológicas do Museu.

O AFO, que está em permanente crescimento, trata temas tão abrangentes quanto: Vitivinicultura, Cultura Caramela, Ferroviários, Centro Histórico de Palmela, Círios, Ovinicultura, Moleiros, Bombeiros Voluntários de Palmela, Ofícios Tradicionais. Estes temas correspondem a áreas de investigação do Museu Municipal de Palmela, descritos no Programa Museológico Municipal.

A entrevista é o cerne das Fontes Orais. Com ela pretendemos reconstruir não apenas episódios, mas também informações, sentimentos e vivências que possam servir de caminho para a recuperação histórica, sociológica, antropológica, e mesmo psicológica do universo dos atores envolvidos em determinada sucessão de acontecimentos.

A recolha de fontes orais é feita por meio de entrevistas semiestruturadas, com recurso a um guião. As entrevistas são gravadas para suportes audiovisuais, sendo depois transcritas. Alguns dos documentários produzidos encontram-se disponíveis no site Memoriamedia, na área do acervo do Museu municipal de Palmela, encontrando-se também no Youtube – Canal da Câmara Municipal de Palmela. Pretendemos, brevemente, conseguir informatizar esta Coleção, que a médio prazo viabilizará ao público o acesso à informação sobre cada uma das entrevistas.

No âmbito do AFO, e com o objetivo de sensibilizar para a importância das Fontes Orais e promover a valorização do individuo, lançámos um desafio às escolas para trabalharem em parceria connosco no projeto «Como construir a Memória», para o qual publicámos um documento orientador.


«Conversas de Poial. Quando a memória é a várias vozes»

imagemO Museu Municipal divulga, com esta publicação, parte dos resultados do projeto que nasceu em 2009, no âmbito da exposição temporária «Patrimónios: Centro Histórico da Vila de Palmela» que teve, como principal objetivo, apresentar as investigações sobre o núcleo mais antigo da vila.

Além das fontes documentais materiais, fruto dos trabalhos de pesquisa em variadas áreas, a equipa procurou, através do Arquivo de Fontes Orais, recolher e divulgar estórias que estão subjacentes aos acontecimentos que determinaram o desenvolvimento do território.

Comércio Local, sociabilidade e lazer, arquitetura, habitabilidade, espaço público, património, religioso e arte, foram alguns dos principais temas abordados durante o «Ciclo de Conversas de Poial», que decorreu em diversos espaços do Centro Histórico. Além das memórias, foi estimulado o convívio intergeracional e a reflexão conjunta sobre as mudanças socio culturais que se verificam nos núcleos urbanos mais antigos das cidades.
Materializada em imagens e nas histórias recolhidas, esta publicação preserva as memórias e homenageia todos os que participaram nas diversas sessões e partilharam as suas experiências de vida.

Município de Palmela © 2015 | Todos os direitos reservados