Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Feira Medieval de Palmela 2017

Palmela convida a viajar no tempo até à época medieval.
Palco de lutas entre cristãos e mouros, a história regressa ao Castelo para três dias de animação, cultura e aventura.
Entre o Castelo e o Centro Histórico com bailes e danças populares, jogos tradicionais, demonstrações de armas e torneios, desfiles temáticos, artes de rua e mercado medieval.
Web powerpoint 1 750 2500
  • Onde

    Castelo e Centro Histórico de Palmela

  • Quando

    22 a 24 setembro 2017

    Horário de Funcionamento:

    Dia 22 de setembro, sexta-feira das 17h00 às 24h00;

    Dia 23 e 24 de setembro, sábado e domingo das 14h00 às 24h00.

  • Ingressos

    Preços

    As entradas na Feira Medieval estão sujeitas à aquisição de bilhete de entrada e respetiva pulseira.

    Entrada para 1 dia: €2,50
    Entrada para 3 dias: €5,00
    Visitantes com idade igual ou inferior a 12 anos: entrada gratuita

     

    Locais de venda

    Bilhetes à venda nos seguintes locais:

    Casa Mãe da Rota dos Vinhos - 2ª feira a sábado das 10h às 19h e domingo das 13h às 19h

    Posto de Turismo de Palmela - 2ª feira a domingo das 09.30h às 12.30h e das 14h às 17.30h

    Biblioteca de Pinhal Novo - 3ª,5ª e 6ª feira das 10.30h às 12.30h e das 14h às 19h e 4ª feira e sábado das 14h às 19h

     

    Horário da bilheteira durante a feira:

    Sexta-feira - 16h às 23h
    Sábado e domingo - 13h às 23h

  • Enquadramento histórico

    AS CONQUISTAS DE PALMELA – Século XII

    A Feira Medieval de Palmela, em 2017, evoca quatro datas de conquista de Palmela e do seu castelo, durante o século XII, o período de formação da urbe cristã e a preparação da conquista de Alcácer do Sal, em 1217.

    - 1147: Primeira tomada de Palmela pelos portugueses na sequência da conquista de Lisboa. Durante a conquista desta cidade, dez muçulmanos fogem numa canoa transportando mensagens de pedido de auxílio dirigidas ao emir de Évora, que tentam fazer chegar a Palmela; a canoa é perseguida pelos cristãos e os muçulmanos, apavorados, abandonam-na, deixando nela as mensagens.

    A guarnição do castelo de Palmela, reconhecendo a vitória portuguesa em Lisboa, opta pela fuga, tal como as gentes muçulmanas que habitavam a medina. Por algum tempo (indefinido), o castelo passa para as mãos dos portugueses liderados por Afonso Henriques.

    - 1165: Segunda tomada de Palmela pelos portugueses, uma vez que o castelo e a povoação haviam sido reocupados pelos muçulmanos pouco depois de 1147. Neste ano de 1165 vários castelos da região são recuperados pelos cristãos.

    - 1165 a 1191: Definição do povoado cristão de Palmela - o arrabalde onde se concentram mouros forros (protegidos pelo rei através da concessão de foral em 1170) e judeus; o crescente núcleo cristão, em torno dos poderes municipais sustentado pelo foral de 1185; o castelo com a sua igreja de Santa Maria, o seu alcaide, a primeira instalação de freires da Ordem de Santiago, a quem é doado o castelo (1186);

    - 1191: Conquista do castelo pelos almóadas, muçulmanos provenientes do Norte de África liderados pelo califa Abu Yacuf Al-Mansur. A fortaleza foi atacada, devastada e incendiada. Nesta fortaleza de Palmela, designada então por Balmala, instalam-se um comando almóada e a sua guarnição, durante 3 a 4 anos.

    - 1194 a 1217: As hostes régias e as da Ordem de Santiago recuperam Palmela aos almóadas, entre 1194-95. É então que a Ordem de Santiago instala o seu convento/ quartel-general no castelo e vai fazendo guerra de desgaste aos almóadas de Alcácer, preparando o grande confronto de 1217.

    O comendador-mor da Ordem de Santiago, em Portugal, era Martim Barregão, comendador de Palmela. Este destacado líder vai comandar as hostes da Ordem de Santiago na batalha de Alcácer do Sal (1217) entre cristãos e muçulmanos, cabendo a vitória aos portugueses.

  • Programa

    Programa a disponibilizar brevemente

    Flyer promocional

  • Alojamento e restauração

    Palmela dispõe de uma ampla oferta hoteleira.

     

    Além disso, tem uma cultura gastronómica de grande valor.

     

  • Mapa da Feira, circulação e estacionamento

    Informação brevemente disponível

  • Candidaturas

    O período de candidaturas terminou a 15 de agosto. Agradecemos o interesse manifestado em participar na Feira Medieval de Palmela.

    As mesmas encontram-se em fase de análise, pelo que qualquer decisão sobre a mesma será comunicada através dos contactos disponibilizados.

     

    Procedimento de Participação

  • Voluntários

    Queres ser Voluntário(a)? A Câmara Municipal de Palmela desafia-te a integrar a Feira Medieval para promover uma atitude mais responsável, mais solidária e mais comprometida com o nosso concelho!

    Atreve-te a disponibilizar o teu tempo, a tua energia e toda a tua criatividade!

    Inscrição

  • Organização

    Para assuntos relacionados com candidaturas (mercadores/operadores) ou visitantes no geral:
    feiramedievalpalmela@outlook.pt 
    Tel.: +351 935 321 210

    Para assuntos relacionados com animação (envio de propostas):
    cultura@cm-palmela.pt 
    Tel.: +351 212 336 630

     

    Câmara Municipal de Palmela

    ALIUS VETUS - Associação Cultural História e Património

  • Formação

     

    Informação disponível brevemente

     

    Inscrições/info.: patrimonio.cultural@cm-palmela.pt 

    (Formação ao abrigo do Plano Formativo do Projeto Palmela Almenara)

    imagem

  • Roupeiro Medieval

    O Roupeiro Medieval funciona nos dias e horário da Feira Medieval.

    Pavilhão Alius Vetus (estacionamento dos Paços do Concelho, junto à Entrada 1)

    Traje para 1 dia: € 6
    Traje para 2 dias: € 7
    Traje para 3 dias: € 8

    Caução: € 12 (devolvida na entrega do traje)

    O aluguer de trajes permitirá a entrada gratuita na Feira Medieval.

  • Ceias medievais

    Informação disponível brevemente

  • Animações complementares

    Informação disponível brevemente

PROMO_1

Município de Palmela © 2015 | Todos os direitos reservados