Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Gabinete de Estudos sobre a Ordem de Santiago (GEsOS)

O Gabinete de Estudos sobre a Ordem de Santiago (GEsOS) foi criado em 1997, como culminar de uma série de atividades do município, iniciadas em 1989. Em 2001, foi instalado na antiga sacristia da Igreja de Santa Maria do Castelo, recuperada para esse fim no âmbito do Programa municipal de Recuperação e Animação do Castelo. O espaço – antes em ruína e sem uso condigno desde o século XVIII, depois de destruído pelo terramoto – é hoje um lugar de investigação.

A Ordem de Santiago radicou-se em Palmela desde o século XII e, entre os finais do século XV e 1834 – data da extinção das Ordens Religiosas -, manteve sede no castelo. A forte ligação da vila e da fortificação à milícia santiaguista constituiu o ponto de partida para o desenvolvimento de um trabalho do município, em torno da temática das Ordens Militares.

Desde 1989, com a realização do I Encontro sobre Ordens Militares, que várias dinâmicas fazem anualmente parte do calendário de atividades do município, como recriações históricas, encontros, cursos, exposições, publicações e incentivo à investigação sobre Ordens Militares em geral, e à de Santigo em particular, e também iniciativas no domínio da Castelologia.

 


O GEsOS tem como objetivos promover a investigação historiográfica na área das Ordens Militares, divulgar o património histórico, documental e edificado das Ordens Militares e fomentar o apoio à edição e publicação de trabalhos de investigação nesta área. Para isso, desenvolve as seguintes ações:

• Coordenação de projetos de investigação sobre Ordens Militares;
• Estabelecimento de parcerias com instituições nacionais e estrangeiras;
• Edição de estudos sobre a Ordem de Santiago e das atas dos encontros por ele organizados;
• Aquisição de fundo documental para a Biblioteca Especializada;
• Organização regular de Cursos e Encontros Internacionais vocacionados para a temática das Ordens Militares.

 


O GEsOS integra um Centro de Documentação e uma Biblioteca Especializada em Ordens Militares.

O acervo documental, de âmbito cronológico e espacial alargado, com títulos nacionais e estrangeiros, mas com maior incidência no período medieval, inclui:

• Fontes relativas à Ordem de Santiago (Torre do Tombo) em suporte digital;
• Monografias, periódicos, separatas e estudos específicos sobre a temática das Ordens Militares;
• Fontes históricas impressas;
• Dicionários de línguas, de história e elucidários;
• Monografias de história económica, social, política e cultural de Portugal e da Europa, dos períodos medieval e moderno;
• Monografias e periódicos sobre história geral da Igreja e ordens religiosas;
• Monografias e estudos vários sobre fortificações medievais;
• Teses de mestrado e de doutoramento, não publicadas;
• Registos áudio de cursos e encontros sobre Ordens Militares organizados pelo GEsOS.

 

O utilizador do GEsOS tem ao seu dispor:

• Consulta local do fundo documental;
• Acesso à Internet;
• Acesso ao catálogo através do endereço: http://palmela.bibliopolis.info/

Ser Membro do GEsOS:

Para se tornar membro do GEsOS, o proponente deve enviar/entregar a ficha de inscrição devidamente preenchida.
Ser-lhe-á posteriormente atribuído um cartão personalizado de membro do Gabinete.

Clique para aceder à Ficha de Inscrição 

 

Benefícios do Cartão GEsOS

Possibilidade de empréstimo domiciliário de obras (os empréstimos domiciliários seguem o Regulamento da Biblioteca Municipal de Palmela).
Receção regular de informação sobre as ações do Gabinete.

Estão em curso contactos com diversas instituições nacionais e estrangeiras, para a criação de acordos de colaboração que facilitem o acesso a bases de dados sobre Ordens Militares.

Em 2008, foi assinado um Protocolo entre a Câmara Municipal de Palmela e a Direção Geral de Arquivos – Torre do Tombo visando garantir a progressiva digitalização de documentação da Ordem de Santiago e sua disponibilização online (trabalho em curso).
As antigas ordens religioso-militares de Santiago, de Cristo e de Avis – extintas em 1834 – foram assumidas após a revolução republicana (1910) como ordens honoríficas ou de mérito, sendo a função de Grão-Mestre atribuída ao Presidente da República.

Para saber mais a este respeito, sugerimos consulta do website da Chancelaria das Ordens Honoríficas Portuguesas

imagem

Clique aqui para aceder ao folheto informativo

Contactos:

Tel.: 21 233 6640
E-mail:
patrimonio.cultural@cm-palmela.pt 

Horário de abertura ao público (sujeito a marcação prévia):
2ª a 6ª feira: das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00

 

 

Município de Palmela © 2015 | Todos os direitos reservados