Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Recomendações | COVID-19 no Concelho

A Comissão Municipal de Proteção Civil (CMPC) criou uma subcomissão de saúde que acompanha, de forma permanente, a evolução da pandemia COVID-19 no concelho de Palmela.

Esta subcomissão é constituída pelas corporações de bombeiros de Águas de Moura, de Palmela e de Pinhal Novo, pela Segurança Social, pelo Destacamento da GNR de Palmela, pela autoridade de saúde local e pela Câmara Municipal de Palmela. O objetivo é conseguir uma melhor articulação, capacidade e rapidez de resposta entre as várias entidades públicas, face às necessidades identificadas a cada momento.

Diariamente, no site da DGS/Direção-Geral da Saúde, é disponibilizado o relatório de casos positivos de COVID-19 por concelho.

Para que os números não subam, a colaboração de todos/as é essencial!

 

Proteja-se e adote as seguintes recomendações:

  • Cumpra a etiqueta respiratória
  • Lave as mãos com frequência
  • Mantenha a distância social

Recomendacoes_Coronavirus

  • Evite levar as mãos ao rosto. Saiba porquê: 

EviteRosto

  •  Em casa continue com a sua missão de prevenção e adote as seguintes recomendações:

 Regresso_Casa

De regresso ao trabalho?

Consulte o documento "Saúde e Trabalho: medidas de prevenção da COVID-19 nas empresas"

 

Para ajudá-la/o a gerir os níveis de stress ou ansiedade que possam surgir, sugerimos a leitura dos seguintes documentos:

Como lidar com o stress durante a pandemia COVID-19

Como ajudar as crianças a lidar com o stress durante a pandemia COVID-19

 


 

As pessoas devem estar atentas ao aparecimento de sintomas como febre, tosse e eventual dificuldade respiratória.

Em caso de aparecimento destes sintomas:

  • Não devem deslocar-se aos serviços de saúde;
  • Devem antes ligar para o SNS24 – 808 24 24 24 e seguir as orientações que lhes forem dadas.
  • Por regra não se recomenda qualquer tipo de isolamento de pessoas sem sintomas.

Se ainda tem dúvidas aconselhamos a leitura das Faq's disponíveis no site da Direção-Geral da Saúde (clique na imagem)

perguntas_frequentes

 

Recomendações para as entidades de redistribuição de alimentos

No âmbito da participação da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) na Comissão Nacional de Combate ao desperdício Alimentar, o Município de Palmela divulga e reforça as recomendações específicas da DGS - Direção-Geral da Saúde para as entidades que fazem redistribuição de alimentos, neste momento em que o país se debate com a pandemia da COVID-19:

  • Confeção

    - Lave muito bem as mãos, durante pelo menos 20 segundos, antes e depois de preparar e confecionar alimentos
    - Lave as mãos entre a manipulação de alimentos crus e cozinhados
    - Lave muito bem os alimentos que irão ser consumidos crus
    - Use tábuas e facas diferentes para carne crua, peixe cru e outros alimentos
    - Faça uma higienização adequada das superfícies (bancadas e mesas) onde se preparam os alimentos
    - Mesmo em áreas de surto, os produtos à base de carne e peixe podem ser consumidos com segurança, se os mesmos forem bem cozinhados e adequadamente manuseados durante a sua preparação
    - Não existe, até ao momento, evidência de qualquer tipo de contaminação por COVID-19 através do consumo de alimentos cozinhados ou crus, mas deve ser aplicado o princípio da precaução, reforçando as boas práticas de higiene e de segurança alimentar

  • Distribuição

    - Faça uma correta higienização do veículo no qual os alimentos vão ser transportados
    - No momento da distribuição a famílias ou a pessoas carenciadas, respeite e faça respeitar a distância de segurança entre todas as pessoas
    - Pouse os produtos num local específico (por exemplo, numa mesa ou à porta da casa de alguém ou de alguma instituição) onde, posteriormente, as pessoas podem aproximar-se e levá-los consigo, evitando assim a aproximação entre as/os trabalhadoras/es e as pessoas que vão receber os alimentos
    - Garanta o óptimo aprovisionamento de comida, pratos, talheres, guardanapos e todos os objetos necessários, por forma a prevenir a partilha dos mesmos entre as pessoas que irão receber os alimentos

  • Medidas internas

    - Assegure a disponibilidade de estruturas para a lavagem das mãos com água e sabão líquido e/ou soluções à base de álcool, toalhetes de papel (evite o uso de toalhas de tecido) e contentores próprios para a colocação do lixo e restantes resíduos
    - Assegure a limpeza das superfícies e dos objetos de utilização comum várias vezes ao dia (por exemplo, mesas, bancadas, interruptores de luz, maçanetas, puxadores de armários)
    - Proceda à renovação do ar das salas e espaços fechados, abrindo as janelas regularmente (no mínimo, seis vezes por dia)
    - Afixe cartazes ou folhetos promovendo as boas práticas e as orientações da DGS

  • Recomendações gerais

    - Promova a lavagem das mãos à entrada e à saída dos estabelecimentos, antes e depois das refeições, depois de atividades de grupo e de idas à casa de banho
    - Promova medidas de etiqueta respiratória: ao espirrar ou tossir, não usar as mãos - faça-o para a parte interna do braço (prega do cotovelo) ou para um lenço de papel, colocando-o imediatamente no lixo e lavando as mãos de seguida
    - Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos
    - Evite partilhar comida ou objetos pessoais
    - Promova a redução da frequência e a moderação na forma de contacto entre as/os trabalhadoras/es e entre estas/es e as pessoas que estão a receber os alimentos, evitando o contacto próximo (apertos de mãos, beijos, abraços, etc.) e respeitando o distanciamento de pelo menos um metro entre as pessoas
    - As/os trabalhadoras/es que manifestam sintomas de infeção respiratória (tosse, febre ou dificuldade em respirar) não devem comparecer na instituição
    - Caso sejam identificados sintomas (tanto nas/os trabalhadoras/es como nas pessoas que vão receber os alimentos) como febre, tosse ou dificuldade respiratória, estas/es devem ligar para SNS24 - 808 24 24 24 e seguir as recomendações que lhes forem indicadas

APDC tem linha gratuita para aconselhamento psicológico

Com o objetivo de promover a saúde mental, a Associação de Psicologia e Desenvolvimento Comunitário (APDC) disponibiliza uma linha gratuita para aconselhamento psicológico durante o período da pandemia COVID-19. Através de aconselhamento psicológico, este serviço pretende minimizar o impacto emocional, a nível pessoal, familiar e social da crise associada ou despoletada pela pandemia Covid-19, intervindo em situações de ansiedade aguda, fragilidade psicológica ou agravamento de doença psicológica. As/os interessadas/os em utilizar este serviço, assegurado por telefone ou plataforma online, devem efetuar marcação prévia através do email linhaapoio.apdc@gmail.com ou do contacto telefónico 937 660 898.

A APDC relembra que o aconselhamento psicológico, relacionado com o contexto provocado pela COVID-19, não terá um acompanhamento psicoterapêutico continuado no tempo. Trata-se de uma intervenção na crise e, embora a pessoa possa recorrer mais do que uma vez ao serviço, terá um número limite de sessões e não poderá escolher a/o profissional que presta o serviço.

A evolução da pandemia COVID-19 no concelho de Palmela 

 

 

botaoprincipal_siteBotao2_siteBotao3_site

Botao4_siteBotao5_siteBotao6_site

Botao_Roxo

                                  (clique nas imagens)

Município de Palmela © 2015 | Todos os direitos reservados