Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Juntos/as na Prevenção

Município focado no bem-estar das pessoas

O Município de Palmela adotou um conjunto de medidas preventivas para evitar a propagação da pandemia COVID-19 no nosso Concelho. Nestes dias difíceis, a proteção das/os munícipes e das/os trabalhadoras/es municipais tem sido a grande prioridade da Câmara Municipal que, numa missão de serviço público, tem garantido a prestação de um conjunto de serviços essenciais à sua população.

 

Desinfeção de Lares de Idosos e outras estruturas das IPSS do Concelho

Em março, a Câmara Municipal de Palmela iniciou uma operação de desinfeção nos lares de idosos/as das instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho. Foram abrangidos nesta ação os lares da Santa Casa da Misericórdia de Palmela (84 utentes), da Fundação COI, em Pinhal Novo (28 utentes), e da Associação Lares dos Ferroviários, também em Pinhal Novo (50 utentes).

Depois dos lares segue-se a desinfeção de outras instalações das IPSS, como residências de deficientes, centros de acolhimento e comunidades terapêuticas, os quartéis das três corporações de bombeiros e diversas instalações municipais. Esta medida vai abranger mais de 15 edifícios e várias centenas de utilizadores/as.

 

Maos_Idosos Testes à COVID-19 avançam nos lares do concelho de Palmela

Os testes realizados às/aos funcionárias/os e utentes do Lar da Santa Casa da Misericórdia de Palmela, marcaram o início do processo de despistagem à COVID-19 nos lares do concelho.

Esta medida surgiu depois das críticas que o Presidente da Câmara de Palmela fez, publicamente, pelo facto dos testes à COVID-19 em lares não contemplarem a península de Setúbal, mas apenas os distritos de Lisboa, Aveiro, Guarda e Faro. As diligências efetuadas pela autarquia tiveram resposta e, a 3 de abril, a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social confirmou ao Presidente da Câmara que iriam ser estendidos a outras zonas do país e que começariam, precisamente, no concelho de Palmela, onde já estão em curso.

Recorde-se que o Município de Palmela manifestou a sua disponibilidade para suportar, excecionalmente, os testes, considerando situações preocupantes vividas em alguns lares, em particular, nos ilegais, com debilidades ao nível de condições de acolhimento e com inexistência de planos de contingência para a COVID-19.

Esta disponibilidade e insistência da autarquia junto das autoridades de saúde, já levou, inclusivamente, à realização de testes a profissionais e utentes de um lar não licenciado do concelho onde havia sido identificado um caso.

"Em linha para si!": atendimento telefónico +65

EmLinha_siteA Câmara Municipal de Palmela está a promover o projeto de apoio social “Não saia de casa, Em Linha para si!”.

Trata-se de um atendimento telefónico, confidencial, sem custos, através do número 800 101 500, dirigido à população com mais de 65 anos, residente no concelho de Palmela. Vai estar disponível de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 17h00, e pretende ser um espaço de conversa e de escuta próxima, ativa e empática, numa relação de proximidade e de reencontro de afetos, facilitador da segurança e bem-estar social desta população.

Assegurada por técnicas/os do Município, esta linha de apoio pretende atenuar os momentos de solidão, ajudar a dar mais conforto e a pensar positivo e ao mesmo tempo, reforçar informações úteis neste período de isolamento social junto daquelas/es que não usufruem de recursos digitais ou estão ainda pouco a vontade com as TIC - Tecnologias de Informação e Comunicação.“Não saia de casa, Em Linha para si!” aposta na continuação da promoção do envelhecimento ativo, saudável e dos valores da dignidade, respeito, autonomia, igualdade de oportunidades, conforto, segurança e bem estar social no Município de Palmela.

 

32.000€ de apoio extraordinário às IPSS

A Câmara Municipal de Palmela vai atribuir um apoio financeiro de carácter extraordinário a 16 IPSS - Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho, no valor global de 32.000€ (2.000€ cada), face à pandemia do Coronavírus - COVID-19.

O Município coopera, há longa data, com estas IPSS e, neste contexto de pandemia, considera necessário e urgente o reforço desta cooperação, para que se mantenham em funcionamento serviços básicos e essenciais.

Estas IPSS prestam um conjunto de serviços a pessoas idosas, com deficiência, crianças e jovens em situação de perigo, vítimas de violência doméstica e famílias socialmente fragilizadas. Face a este surto, rapidamente responderam e reagiram, alterando profundamente as suas práticas e rotinas, o que, nalguns casos, levou ao aumento de despesas de funcionamento (por exemplo, maior circulação de carrinhas, aquisição de equipamento de segurança, aumento do número de refeições fornecidas ao domicílio ou maior rotatividade das equipas).

Foi também distribuído, por cinco instituições, equipamento de proteção individual, num total de 500 máscaras.
As IPSS que vão receber o apoio financeiro extraordinário são:

- Associação de Convívio de Idosos de Cabanas
- Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Pinhal Novo
- Associação dos Idosos de Palmela
- Associação dos Idosos e Reformados de Poceirão
- Associação Questão de Equilíbrio
- Associação dos Lares Ferroviários
- Casa do Povo de Palmela - Centro Social em Lagameças
- Centro Comunitário de S. Pedro - Cáritas Diocesana de Setúbal
- Centro Jovem Tejo
- Centro Social de Quinta do Anjo
- Centro Social e Paroquial de Pinhal Novo
- Centro Social de Palmela
- Fundação COI
- Fundação Robert Kalley
- Santa Casa da Misericórdia de Palmela
- União Social Sol Crescente da Marateca 

PalmelaMasks_Covid19

 

“Palmela Mask, (A)Linhas?”: voluntárias estão a confecionar máscaras para a população

O “Palmela Mask, (A)Linhas? (A)Linhas por ti, por mim, por NÓS…”, projeto municipal com uma forte componente comunitária e com a colaboração das Juntas de Freguesia, vai permitir a confeção e distribuição de máscaras sociais à população adulta do concelho de Palmela, sem sintomas ou suspeita de infeção por COVID-19.

Com o slogan “(A)Linhas por ti, por mim, por NÓS…”, este projeto de cariz solidário conta com a colaboração de costureiras voluntárias, que vão dar vida às matérias-primas disponibilizadas pela Autarquia, transformando-as em máscaras de proteção, a distribuir em todas as freguesias do concelho, em diferentes espaços comerciais. O uso de máscara em espaços públicos contribui para a redução da propagação da COVID-19. No entanto, as máscaras cirúrgicas devem ser destinadas, preferencialmente, às/aos profissionais de saúde e a todas/os as/os que estão na linha da frente no combate à pandemia.

As máscaras sociais que estão a ser produzidas no âmbito do “Palmela Mask, (A)Linhas? (A)Linhas por ti, por mim, por NÓS…” são um artigo têxtil, reutilizável, confecionado com duas camadas de tecido 100% algodão e com uma terceira camada de TNT (Têxtil Não Tecido, Spunbonded). São laváveis a mais de 60º e resistentes à fervura, para permitir uma melhor higienização. Destinam-se apenas a utilização comunitária, não profissional, e só devem ser utilizadas em espaços interiores fechados, como supermercados, farmácias, lojas ou outros estabelecimentos comerciais, transportes públicos, entre outros.

A Câmara Municipal agradece ao Município do Fundão, pelo apoio e partilha do seu projeto #FundãoMask, que funcionou como inspiração. O “Palmela Mask, (A)Linhas? (A)Linhas por ti, por mim, por NÓS…” surge também no âmbito do projeto “(A)Linhas - Costura Criativa Entre Gerações”, desenvolvido pela Autarquia, em articulação com as Escolas Secundárias de Palmela e de Pinhal Novo, e inserido no PRIA - Percursos em Rede para a Inclusão Ativa.

 

Quer ser voluntária/o?

Envie um e-mail para decs@cm-palmela.pt, demonstrando o seu interesse em fazer parte deste grande projeto solidário.

A distribuição de máscaras sociais já começou no dia 11 de maio!

Saiba mais aqui

 

Distribuicao_Mascaras Palmela distribui mais 20 mil máscaras descartáveis 

A partir de dia 19 de maio, o Município de Palmela distribui à população, através das Juntas de Freguesia, 5 mil kits com máscaras descartáveis, num total de 20 mil máscaras. Para receber um kit de máscaras descartáveis, basta dirigir-se à sua Junta de Freguesia e apresentar a fatura de água referente ao mês de abril, para confirmação de morada.

 

 

 

 

 


Centro de Testes SARS-CoV-2 para Palmela, Setúbal e Sesimbra

CT_Covid19Está a funcionar, desde dia 15 de abril, um Centro de Testes, instalado na Escola Básica dos Arcos, em Setúbal, que dará resposta aos três concelhos da área de influência do ACES - Agrupamento de Centros de Saúde Arrábida (Palmela, Setúbal e Sesimbra), onde se prevê a realização de cerca de 80 testes diários.

Palmela disponibiliza oito trabalhadoras/es, voluntárias/os, que já receberam formação e, em conjunto com as/os voluntárias/os das outras autarquias (19 no total), asseguram o apoio administrativo (atendimento e registo das/os utentes), em regime de turnos.

O Centro foi implementado no âmbito de um protocolo estabelecido entre a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo / ACES Arrábida e o Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa, Lda. Estará em funcionamento de segunda-feira a sábado, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, e destina-se apenas a utentes com prescrição médica emitida pelo Serviço Nacional de Saúde, sendo obrigatória marcação prévia, através dos telefones 966 501 091 ou 966 512 191.

O atendimento, registo e recolha laboratorial são realizados garantindo todas as normas de segurança e proteção aconselhadas pelas entidades oficiais.


250 funcionárias/os de lares do Concelho testadas/os a 29 de abril

No dia 29 de abril, realizaram-se cerca de 250 testes de rastreio SARS-CoV-2 a profissionais de lares de idosos e outras unidades de acolhimento no Concelho de Palmela.

O Município, através do Serviço Municipal de Proteção Civil e da Divisão de Apoio à Produção e Logística, está fortemente empenhado no apoio logístico a esta operação, assegurando a recolha e entrega de testes e o transporte das equipas técnicas das áreas da saúde e segurança social nos atos médicos, bem como nas visitas de diagnóstico. Trata-se de uma ação concertada no âmbito do Programa de Intervenção Preventiva/Testes de Rastreio AML, com a Segurança Social e o ACES Arrábida, que incide em estruturas residenciais onde não se registem casos positivos de infeção por Covid-19. Estão a ser priorizados os territórios com maior número de utentes nestas unidades e, depois de uma primeira ronda por todos os concelhos, serão feitas novas rondas, até estar concluída a totalidade dos testes.

e9f356cf-5d6f-4ea0-ab0a-85817f717b03

No dia 13, foram submetidas/os a testes de despistagem da COVID-19 mais 350 profissionais de Lares particulares e de Serviços de Apoio Domiciliário de várias Instituições do concelho de Palmela. Saiba mais aqui

Prevenção COVID-19 - Visitas a Estruturas Residenciais de Idosos prosseguem até novembro

No âmbito do Plano de Acompanhamento a Estruturas Residenciais da Península de Setúbal, definido e aprovado pela Comissão Distrital de Proteção Civil, a Câmara Municipal de Palmela continua a colaborar, com as equipas multidisciplinares, constituídas pelo Instituto de Segurança Social, Autoridade de Saúde e Serviço Municipal de Proteção Civil, garantindo e apoiando a aplicação das orientações da DGS, com o objetivo de diminuir ou limitar o impacto da COVID-19 nestas instituições.

As visitas, que decorrem até novembro e abrangem 56 instituições, visam a identificação das medidas gerais para reduzir o risco de transmissão do vírus, nomeadamente, através da limpeza, higiene, desinfeção e gestão dos resíduos, distanciamento social, concentração de pessoas e ventilação dos espaços.

 

Testes COVID-19 para bombeiros, proteção civil e serviços essenciais

BombeirossiteA Câmara Municipal de Palmela está a garantir os testes de despistagem à COVID-19 aos bombeiros das três corporações do concelho que tenham estado envolvidos na emergência médica/transporte de doentes infetados. Também as/os trabalhadoras/es municipais, sejam da proteção civil, dos serviços essenciais, ou de outras áreas mais vulneráveis, que tenham estado em contacto com cidadãos/ãs com infeção COVID-19 confirmada, serão abrangidas/os por esta medida.

Esta medida visa agilizar o processo de despistagem à COVID-19 particularmente em setores mais vulneráreis e que prestam um importante serviço público. A sua realização não se sobrepõe nem condiciona todo o acompanhamento a ser feito pelas autoridades de Saúde.

 

Município garante instalações de emergência

O Município, através da Proteção Civil e demais serviços municipais, está preparado para garantir alojamento e alimentação, não só de profissionais de saúde e forças de segurança com necessidade de estar em isolamento e a salvo, mas, também, de pessoas idosas que venham a ter de ser retiradas dos lares. O plano inclui instalações hoteleiras, instalações disponibilizadas pela Fundação COI e recursos próprios.

Reduções temporárias dos tarifários de águas

A Câmara Municipal de Palmela aprovou, por unanimidade, na reunião de dia 22 de abril, um ajustamento temporário dos tarifários dos serviços municipais de águas e de resíduos, no contexto do estado de emergência e do combate à COVID-19. Esta alteração extraordinária à tabela de tarifas e preços tem efeitos retroativos a 1 de abril, até 30 dias após o fim do estado de emergência nacional.

Saiba mais:

Alargamento do 1.º escalão da água beneficia 27 mil utilizadoras/es

Desempregadas/os com direito ao Tarifário Social

Clubes, associações e IPSS isentos de tarifas de água, saneamento e resíduos

Micro, pequenas e médias empresas isentas da tarifa fixa de água

Ações de desinfeção no espaço público

Os serviços municipais continuam a realizar ações de desinfeção nos locais públicos em todas as freguesias do Concelho, um trabalho diário e de proximidade que está a ser concretizado em estreita articulação com as Juntas de Freguesia. Parques de estacionamento perto de áreas comerciais, paragens de transportes públicos, largos e praças com maior congregação de comércio ou serviços, zonas de contentores de RSU, têm sido alguns dos espaços públicos privilegiados, de forma a minimizar a possibilidade de propagação da pandemia COVID-19.

As acções de higienização estão a ser realizadas em todas as freguesias, contemplando também os espaços públicos de bairros e zonas mais distantes dos centros urbanos.

Ações de desinfeção e ecopontos

DesinfecaoContentoresAs/os trabalhadoras/es da Câmara Municipal de Palmela estão a realizar ações de desinfeção de contentores de resíduos sólidos urbanos e ecopontos, utilizando um produto cedido pela Amarsul para o efeito.

A par deste trabalho, é importante que também as/os munícipes colaborem e façam a sua parte, adotando uma atitude consciente no manuseamento, acondicionamento e deposição dos resíduos:

- O lixo deve ser acondicionado em sacos devidamente fechados e depositado no contentor
- Se o contentor estiver cheio, utilize outro que esteja próximo
- Deve fechar a tampa do contentor após o uso
- Todo o material utilizado na higienização pessoal, como lenços, máscaras e luvas descartáveis, deve ser acondicionado em saco fechado de forma segura e depositado no contentor mais próximo, de forma a evitar a propagação do surto e a salvaguardar a saúde pública
- Neste período particularmente sensível, evite a deposição na via pública de resíduos volumosos (monos) e resíduos verdes

A Câmara Municipal alerta para eventuais constrangimentos nos circuitos de recolha de lixo, pelo que a deposição deve ser efetuada, conforme recomendado, entre as 19h00 e as 21h00, evitando que os resíduos permaneçam na via pública por períodos prolongados. O serviço de disponibilização de “big bags” (sacões de entulhos) para deposição de resíduos de obras encontra-se temporariamente suspenso.

Resíduos em Casa, saiba o que fazer!

Publicidade

 

 

Botao1_siteBotao2_siteBotao3_site

Botao4_sitebotaoprincipal_siteBotao6_site

Botao_Roxo

                               (clique nas imagens)

Município de Palmela © 2015 | Todos os direitos reservados