Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Resultados do projeto “Tourfly” apresentados em Palmela

Apresentacao tourfly  2  1 1024 2500
2019/05/24

Os resultados do projeto “Tourfly, Inovação e Futuro: contributos para o desenho da oferta turística na Área Metropolitana de Lisboa” foram apresentados na Casa Mãe da Rota de Vinhos, em Palmela, no dia 22 de maio, com uma forte participação de agentes ligados ao Turismo e Enoturismo do concelho.

O projeto, apoiado pelo Portugal 2020, foi desenvolvido por uma equipa de nove investigadoras/es, da ESHTE - Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, ISCTE-IUL - Instituto Universitário de Lisboa e IPL - Instituto Politécnico de Lisboa, liderada por Graça Joaquim, e termina a 31 de maio. A equipa escolheu Palmela para divulgar os resultados, incentivando a que todas/os possam utilizar o trabalho que foi construído.

O “Tourfly” tem quatro resultados principais. Para além de um livro (também em formato eBook), um deles é a aplicação “Tourfly” para Ios e Android, que apresenta dez áreas temáticas (Artes e Criatividades, Artes Performativas, Dark Tourism, Gastronomia e Vinhos, Herança Cultural - Festividades, Herança Cultural - Aldeias, Street Art, Turismo Cinematográfico, Turismo Literário e Turismo de Saúde e Bem-estar), com propostas de itinerários e 816 pontos de interesse nos 18 concelhos da AML - Área Metropolitana de Lisboa. A aplicação permite também às/aos utilizadoras/es adicionarem itinerários ou pontos de interesse.

Apresentação Tourfly

Os outros resultados do projeto podem ser consultados no site www.tourfly.pt: oito protótipos de modelos de negócio, prontos a serem utilizados e que qualquer cidadã/ão pode implementar, e dez propostas de eventos, que as câmaras municipais e os operadores turísticos, entre outros, podem organizar, tal como estão ou adaptadas. Todas as propostas de eventos apresentam uma ideia, um lugar, atividades e duração. O evento “O Som e o Silêncio”, por exemplo, propõe uma visita experiencial ao Museu da Música Mecânica, em Pinhal Novo, enquanto o evento “Concerto na Vinha” sugere várias atividades nas vinhas de Palmela (concerto, performance, harmonizações gastronomia/vinhos e provas de vinhos).

Graça Joaquim explicou que a equipa tentou «procurar o que é mais invisível em cada zona», num contexto em que o Turismo nestes territórios é «fortemente deficitário em experiências turísticas plurais e territorialmente desconcentradas e integradas». A investigadora acredita que, agora, «o sucesso do “Tourfly” tem a ver com a forma como a sociedade se apropriar do projeto» e lançou o desafio a todas/os as/os presentes para agarrarem e desenvolverem estas propostas.

O Vereador do Turismo da Câmara Municipal de Palmela, Luís Miguel Calha, acredita que a estratégia que o Município tem prosseguido na área do Turismo «poderá ser enriquecida com estes resultados» e que estes poderão também «ser um contributo para a estratégia da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa» que, em breve, lançará um novo plano estratégico para os próximos anos. Por isso, não tem dúvidas de que «este estudo vem em boa hora». Luís Miguel Calha salientou que o Município «privilegia muito as parcerias», por considerar que «o Turismo constrói-se com todas/os».

Município de Palmela © 2015 | Todos os direitos reservados