Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Palmela encerra ciclo 2020 das semanas de trabalho descentralizado

Visita ao castelo  2  1 1024 2500
2020/09/21

O Ciclo das Semanas de Freguesia 2020 fechou com Palmela, num formato mais restrito, adaptado ao contexto de pandemia.

«Apesar de reduzirmos algumas visitas e encontros, não deixámos de estar no território e aproveitar a semana para trabalhar internamente e com os parceiros dos projetos das freguesias. No que diz respeito, também, às atividades económicas e investimento, em algumas destas visitas procurámos dar visibilidade a empresas que estão a investir no território e que são parte da solução. Não só beneficiam as suas unidades industriais, mas, também, acabam por reinvestir no território com a criação de emprego e riqueza e apoiando na melhoria das condições da rede viária, em parceria com o Município. Juntos, vamos continuar a fazer este caminho na expetativa de que, para o ano, possamos retomar o modelo alargado, porque sentimos muito a necessidade do contacto direto, de andar na rua, de falar com as pessoas», adiantou o Presidente da Câmara Municipal de Palmela, Álvaro Balseiro Amaro, em jeito de balanço.

Intervenção estrutural, percursos acessíveis e trabalhos arqueológicos valorizam Castelo

A Semana da Freguesia de Palmela teve início dia 14, segunda-feira, com a realização de reuniões entre o Executivo e diversos serviços municipais, com o objetivo de fazer pontos de situação dos trabalhos em curso.
Dia 15, terça-feira, realizou-se uma visita de trabalho à intervenção estrutural nas encostas do Castelo de Palmela, obra com conclusão prevista para outubro.

Houve, também, oportunidade de verificar os avanços da criação de percursos acessíveis no interior do castelo (Candidatura CAFA – Castelos e Fortalezas da Arrábida), que vão permitir, em breve, a circulação de pessoas com mobilidade reduzida e colocar o Castelo de Palmela na rota do turismo acessível, reforçando as suas potencialidades turísticas.

Naquele espaço, foi, ainda, possível ter contacto com os trabalhos de natureza arqueológica e antropológica que se estão a realizar na necrópole encontrada à entrada da Igreja de Santa Maria. Trabalhos que, no futuro, motivarão a realização de seminários e uma exposição sobre o tema, considerando a importância dos achados.

Executivo apresenta investimentos na ordem dos 6 milhões de euros para a freguesia

Dia 15, terça-feira, foi, ainda, realizada uma reunião entre os Executivos da Câmara Municipal e Junta de Freguesia. O reforço da limpeza urbana foi um dos temas abordados, prevendo-se que, no futuro, esta competência seja descentralizada para a Junta de Freguesia, tal como consensualizado entre as partes.

Os espaços verdes, nomeadamente, o Jardim Joaquim José Carvalho, na vila de Palmela, foi outro dos assuntos em destaque, a par do trabalho que a junta de freguesia tem realizado ao nível do apoio social a famílias carenciadas, num período em que as necessidades cresceram de forma exponencial.

No centro histórico, constatou-se a necessidade de continuar a trabalhar na melhoria das calçadas, nomeadamente no Beco da Estrela, Rua Simões e Escadinhas da Boavista, tendo em conta a sua utilização por pessoas idosas e com dificuldade de mobilidade.

No âmbito da rede viária, procedeu-se à análise de situações de trânsito e estacionamento. O executivo municipal informou que já se encontram a ser asfaltadas as Ruas do Lagar e Florbela Espanca, na Volta da Pedra; e a Rua António Roldão, no limite com a Freguesia de Poceirão. Em estudo prévio encontra-se o asfaltamento da Rua Joaquim Maria Afonso, no Lau, e da Rua José Luís da Silva Camolas, em Palmela.

Na ocasião, a Câmara Municipal deu nota de todos os investimentos municipais em curso na freguesia, que totalizam, entre projetos e empreitadas, mais de 6 milhões de euros (2020 e 2021).

Parceria oficializa execução do cruzamento da EM 533 com a Rua José Mestre

No âmbito da Semana da Freguesia de Palmela, o Município e três empresas sedeadas na Estrada Municipal 533, na zona da Biscaia, celebraram, no dia 17, um protocolo que visa executar o cruzamento da EM 533 com a Rua José Mestre, zona referenciada como uma das infraestruturas viárias do concelho sujeita a uma forte pressão de trânsito, em particular, de viaturas pesadas.

As empresas Verdasca & Verdasca, o Centro de Reciclagem de Palmela e a Zircom propuseram à Câmara a partilha de custos para a execução daquele cruzamento, ainda este ano. De acordo com o documento agora celebrado, as empresas Verdasca & Verdasca e o Centro de Reciclagem de Palmela comparticipam 35% do valor total da obra, cada uma, e a primeira propôs-se, ainda, a executar a obra, sob a fiscalização da Câmara Municipal. Também a empresa Zircom se disponibilizou para contribuir com 10%, cabendo à autarquia comparticipar 20% do valor da obra, orçamentada em 94.000 euros.

Por outro lado, a empresa Oro Agri, localizada junto aquele nó, procedeu à realização do levantamento topográfico e estudo prévio para a execução dos trabalhos.

De referir, ainda, que a Câmara Municipal contribuiu, também, com a aquisição de uma parcela terreno de 420,61 m2 para permitir a realização desta beneficiação.

Na ocasião, o Presidente da Câmara Municipal de Palmela, Álvaro Balseiro Amaro recordou a história associada ao local, que não sendo um parque é uma zona de acolhimento de atividades industriais, com empresas e investimentos devidamente qualificados e as sinergias que possibilitam, agora o desenvolvimento de um pólo de atividades económicas, sublinhando, ainda, a postura da autarquia de ir ao encontro das necessidades das empresas e o exemplo deste trabalho em parceria, que já constitui uma imagem de marca do Município.

Empresa Oro Agri produz biopesticidas a partir do óleo essencial de laranja

A Oro Agri, empresa localizada na zona da Biscaia, que integrou o programa de visitas de trabalho da Semana de Palmela, no dia 17, é um fornecedor líder de soluções ecológicas para proteção de culturas. Desenvolve e fabrica produtos patenteados para aplicações agrícolas, domésticas e industriais em todo o mundo.

O Grupo Oro Agri fabrica em quatro continentes diferentes, com fábricas nos Estados Unidos, Brasil, África do Sul e Portugal (Palmela).

Com várias tecnologias patenteadas, o principal produto da empresa tem por base o óleo essencial de laranja, prensado a frio, além de uma linha de fertilizantes em processo de certificação para a agricultura biológica. A empresa possui, também, uma vertente de investigação, com testes a substâncias ativas, com trabalho em parceria, na área da agronomia, nomeadamente, com as Universidades de Coimbra e do Porto.

A Oro Agri emprega 21 trabalhadoras/es e apresenta um volume de negócios anual de 90 milhões de euros (27 milhões na Europa).

Centro de Reciclagem de Palmela labora há duas décadas no concelho

O programa de visitas de trabalho da Semana da Freguesia de Palmela encerrou com a deslocação ao Centro de Reciclagem de Palmela, localizado na zona da Biscaia, empresa direcionada para a gestão de resíduos, a laborar há 21 anos no concelho.

Trata-se de uma empresa familiar, já na segunda geração, fornecedora n.º 1 da SN Seixal - Siderurgia Nacional e dedicada, exclusivamente, a resíduos metálicos. É, igualmente, um ponto da Valorcar, para veículos em fim de vida, recebe resíduos de equipamento eletrónico e eléctrico e é um ponto de recolha valorpneu.

O Centro de Reciclagem de Palmela emprega, actualmente, 52 trabalhadoras/es e em 2019 apresentou um volume de negócios na ordem dos 72 milhões de euros.

A Semana da Freguesia de Palmela integrou, ainda, dia 17, o Debate “Regime Jurídico do Transporte Público e a nova rede de transportes no Concelho de Palmela”, que decorreu na Biblioteca Municipal de Palmela, no âmbito do Semana Europeia da Mobilidade e fechou, dia 18, sexta-feira, com os atendimentos às/aos munícipes pelo Executivo Municipal com pelouros atribuídos.

Visitas aos trabalhos arqueológicos no Castelo de Palmela.
Assinatura do protocolo para execução do cruzamento da EM 533 com a Rua José Mestre.
Debate "Transporte Público Rodoviário - Que oferta para o Concelho de Palmela?
Visita ao Centro de Reciclagem de Palmela.
Visita às instalações da empresa ORO AGRI.

Município de Palmela © 2015 | Todos os direitos reservados